Terminar um relacionamento muitas vezes é complicado, assustador e traz aquela sensação: “Se eu terminar com ele(a) e ficar sozinha(o)?”.
Não tenha medo, aprenda de forma simples identificar e terminar um relacionamento que não é mais produtivo para você.

Esse é nosso assunto para esse post “Terminando relacionamentos com segurança”.
Muitas pessoas se encontram em relacionamentos desconfortáveis, improdutivos, sufocantes, confusos e muitas coisas mais que ainda poderiam ser citadas como características de relacionamentos desse tipo.
Principalmente pelo motivo do famigerado “e se?”. De forma errônea as pessoas se pegam avaliando possibilidades e mais possibilidades ruins para seu futuro se terminarem um relacionamento.

É muito comum sentimentos e perguntas do tipo:
Se eu terminar com ele(a) e ficar só?
E se eu nunca mais encontrar alguém como ele(a)?
Amor de verdade é só um, não é?
Mas já estamos juntos a tanto tempo porque desistir agora?
Já estou tão acostumada(o) com ele(a), até achar alguém novamente vai demorar.

Sentimentos  e perguntas como essas tem retido inúmeras pessoas em relacionamentos pelo mundo todo. Acredito que esse assunto não é abordado da maneira que merece portanto daremos alguma atenção para assuntos desse tipo nos próximos posts do Pessoas Primeiro .

Primeiramente vamos refletir um pouco sobre as situações que tornam um relacionamento improdutivo, sufocante, desconfortável etc.
Com o passar do tempo em alguns ou podemos dizer muitos relacionamentos os envolvidos caem na rotina, banalidade, comodismo e até na indiferença e muitas dessas características são advindas da certeza de que a outra pessoa sempre estará lá.
Então qual o motivo que aquele homem teria para levar uma flor ou qualquer mimo que seja para aquela mulher se mesmo que ele não leve ela ainda estará lá?
Entenda que um relacionamento não é baseado em surpresas e ou agrados frequentes, no entanto as pessoas devem atentar-se para o fato de que foi com surpresas e agrados que o relacionamento começou e que isso deve ou pelo menos deveria existir dentro dele mesmo que com menor frequência.

O sentimento de posse também é um grande vilão no quesito relacionamentos sufocantes.
As pessoas(principalmente os homens) adquirem um senso de posse depois de um certo tempo de relacionamento, coisa por volta dos dois anos e meio, três anos.
Isso faz com que frases do tipo: “Você não vai fazer isso porque eu não quero que você faça” ou “Você não vai cortar o cabelo porque eu acho seu cabelo melhor assim” apareçam e espantem-se apareçam com frequência. Tornando o relacionamento mais parecido com uma relação de patrão e empregada(o) do que um relacionamento amoroso.

Vemos ainda relacionamentos improdutivos.
Relacionamentos que notadamente não evoluem e não se tornam algo mais consistente (casamento).
conheço pessoas que namoraram durante dez anos e terminaram deixando somente aquele enorme tempo perdido um com o outro.
Coisas desse tipo podem acontecer por vários fatores:
Incerteza (será que amo mesmo ela(e)?).
Outros planos(ainda tenho tanto para aproveitar !).
Medo(não estou pronto para me amarrar agora!).
Esses são somente alguns dos questionamentos que pessoas que se encontram em relacionamentos improdutivos convivem com eles.

Agora iremos ao que interessa, como terminar esses relacionamentos segura(o) de ter tomado a decisão correta.
Saiba avaliar seu estado atual.

Quando muitas pessoas começam a falar sobre seu relacionamento e essas conversas não são positivas é um forte indicio de que existe algo anormal nele.
Se por algum motivo você não se encontra feliz com o relacionamento ou se esse relacionamento tem te decepcionado em muitos aspectos é hora de tomar a decisão.
Se imagine exatamente como gostaria de ser, como gostaria que as coisas fossem e pense sobre o que é necessário para atingir esse nível de satisfação. Se seu relacionamento não te permitir isso, não tenho duvidas é hora de terminar.

Ouça o conselho dos seus pais/parentes.
Sim seus pais estão certos sobre a maioria das coisas, confie no conselho deles. Se seus pais dizem que esse relacionamento não está te fazendo bem é porque provavelmente não está, afinal nossos pais só querem nosso bem, certo? (meus pais querem o melhor para mim sempre ! ).
Amigos também são importantes mas tenha certeza de ter os amigos corretos te aconselhando e procure mais opiniões .

Seu único dono é você.
Não se engane, amar não é se ver como outra pessoa, amar não é ser todos os desejos de outra pessoa. Isso é narcisismo, quem é apaixonado por si mesmo é narcisista portanto se uma pessoa ama alguém por ser exatamente como ele acha que deve ser essa pessoa é apaixonada por si mesmo e por sua prospecção de perfeição ou imagem.

Se você não se acha bonita(o), atraente da maneira que está, provavelmente não se sente tão bem quanto poderia se sentir.
Se seu namorado(a) é contra mudanças em você que você considera positivas, então existe claramente um conflito de ideias que podem tornar o relacionamento bastante insatisfatório para um dos lados.
Incrivelmente as pessoas de modo geral são insensíveis a insatisfação alheia com algo que para elas está bom. Como exemplo tomamos um homem que exige que sua companheira tenha cabelos longos por achar bonito e uma mulher que gostaria de saber como seria se cortasse o cabelo.
Temos uma clara situação onde a mulher estará insatisfeita e o homem provavelmente nunca irá perceber isso sem um assunto especifico.
Então se você tem vontade de fazer algo e não pode devido seu parceiro(a) não permitir é hora de retomar as rédeas da sua vida.

Não tenha medo, você não ficará sozinho.
É bem verdade que existem amores únicos, mas também é verdade que ninguém é insubstituível.
Você ficará estarrecido com a quantidade de pessoas legais e que tem aquele perfil que você se identifica.
Sair para lugares diferentes é uma das maiores armas de quem está a procura de alguém em especial.
Se quer saber algo sobre alguém simplesmente pergunte, não tenha medo de entender as pessoas pois isso irá se tornar seu maior aliado no futuro.
Comunique exatamente como você se sente sobre as coisas que acontecem no seu relacionamento e se eu parceiro(a) não quiser entender…. termine.
Termine com a segurança de que você merece alguém que te entende, escuta, considera.
Termine com a certeza de que existem bilhões de pessoas no mundo e que muitas delas são capazes de te proporcionar algo inclusive melhor que a pessoa atual.
Termine com a consciência de que esse relacionamento não era mais o melhor para você.
Termine ciente de que você também pode ser uma pessoa melhor e mais feliz longe desse relacionamento que não te faz mais feliz.

Em fim, sei que muitas pessoas se encontram nessa situação e por isso digo TERMINE (quando achar necessário).

Obrigado pela atenção e deixe seu comentário, assim que possível respondo !

Anúncios