Início

Culto ao corpo.

Deixe um comentário

Bonitão né? voce pode ter um corpo assim !

A religião do corpo, muito se tem dito nos últimos tempos, sobre uma ditadura da forma física, sobre um aparente culto exagerado ao corpo, sobre exclusão social por forma física.
Por diversas vezes programas de televisão, jornais e outros veículos tentam de forma escancarada criar uma cultura do gordo belo.
Deixo claro aqui, que não sou um desses que cultua o corpo ou que acredita em alguma besteira que diga que uma pessoa considerada fora de forma é menos significante, mas afirmo que faço parte da religião da boa forma.
No entanto acredito ser necessário contar minha experiência e nova visão da tão famigerada forma física. Verdade é que a maioria das pessoas desejam ter um corpo malhado, sem excessos ou faltas, mas a grande maioria não conseguem alcançar tais resultados por diversos fatores que não vem ao caso.
Como efeito da negativa em obter esse corpo desejado as pessoas se munem de uma forma de proteção onde dizem para si mesmas que estão felizes como estão e em muitas situações também se põem a criticar e ridicularizar aqueles que correm atrás do tão sonhado “corpo perfeito “.
A grande mídia vendo esse comportamento generalizado nos últimos tempos, lançou mão disso e tem disseminado uma cultura conformista dizendo abertamente algumas vezes da beleza natural ou algo parecido com isso (Arnaldo Jabor).
Agora o que não vejo é eles lançando mão de atores e atrizes em suas novelas  que gozam da tão falada naturalidade corporal, vemos atores malhados, atrizes com nenhuma barriga e mesmo aquelas de mais idade ainda lutam fervorosamente para garantir o corpinho.

Ei garota, nada te impede de ter esse corpo !

Então vejo na grande mídia uma hipocrisia desenfreada, pois os mesmos continuam alugando sonhos que nada mais é que dizer, realize suas fantasias e desejos por meio de nossas novelas e viva sua vida sem nenhuma preocupação.
Literalmente comem o tempo do Brasileiro o senso critico das pessoas.
Voltando a minha experiência, a exatos 40 dias eu iniciava uma dieta, com um propósito simples de perder 10kg em 45 dias, com uma serie de exercícios e dieta fixa, que relato em posts da serie [Liberte-se] consegui atingir meu objetivo.
Esse período de 40 dias da minha vida se mostrou revelador, e pude entender o que sentem as pessoas que estão obtendo o corpo que procuram.
É um sentimento no mínimo de vitória quando você sobe na balança e vê que perdeu ou ganhou aquele peso que você queria, que nesse momento você é um vencedor, que seus esforços valeram a pena.
Hoje, classifico o corpo humano como um bloco de mármore onde um escultor pode fazer dele o que quiser.

Construa sua imagem !

E para nossa alegria, somos nossos próprios escultores, com disciplina e determinação, podemos nos moldar a forma que desejarmos.
Não se iluda, não se acostume e não se acomode, se tem algo no seu corpo que não te agrade, faça o que puder para mudar isso, pois a felicidade com o corpo também afeta muitas outras áreas da sua vida.
Se você se sente bem com seu corpo, você provavelmente vai se sentir bem com diversos outros aspectos da sua vida, assim como a tristeza em um aspecto consegue levar tristeza para todos outros, também a felicidade pode fazer.

Para as garotas: Se você tiver aquele corpinho de dar inveja, seu namorado nunca irá olhar para outras garotas (pense nisso).

Para os garotos: Sendo um cara com o corpo em dia, a concorrencia é menor, pense… existem mais caras fora de forma ou em forma? tome a decisão correta e entre para o time vencedor !

Digo com toda certeza,  “Mude seu corpo, mude sua vida” !  

Anúncios

Abordando mulheres com confiança

10 Comentários

Saudaçoes pessoal, hoje vamos falar de algo que incomoda muitos homens e mulheres tambem, como bom “geek” tenho contato com as criaturas mais introvertidas e inseguras quando se trata do assunto abordagens “chegar” nas mulheres.

Entao resolvi escrever esse texto falando de forma simples sobre algumas formas de remediar essa situação, uma vez que tenho certeza que não há nada de errado com as pessoas, simplesmente algumas não sabem os fundamentos de estabelecer uma conversaçao que seja bem sucedida.

“Qualquer um pode ser o principe encantado de uma mulher, basta ter o cavalo certo.”  Hitch – conselheiro amoroso

  • Confiança.

Voce realmente precisa sentir que consegue fazer o que você está prestes a tentar fazer ou as probabilidades de você falhar em seu objetivo são grandes.
Mulheres sentem o cheiro da falta de confiança e uma vez que isso aconteça, a menos que ela esteja extremamente interessada em você…. suas chances vão cair significativamente então trate de se portar como se tivesse certeza de que tudo vai sair conforme o planejado e que se ela não quiser você existem milhoes de outras mulheres querendo você ;).
Encha seu peito de ar, coluna reta, voz firme, foco, foça, fé e foda-se, tudo vai dar certo.
Sabe aquele amigo seu que pega todas as gatinhas? Ele faz isso, ele não se importa com o fracasso quando chega em uma garota, ele está esperando pelo sucesso e isso sempre deve ser levado em consideração.
Nunca parta para uma batalha pensando em perder ela !

  • Seja consciente

O que isso significa? Que você precisa ter em mente que você não é inferior a ninguém, absolutamente ninguém é melhor ou pior do que você, inclusive a garota que você está de olho.
Portanto quando for tentar abordar a garota, seja conciente que ela não está fazendo um favor falando com você, na verdade ela está tendo a chance de conhecer alguém legal… você é legal, certo?

  • Local adequado.

Nao se engane, não é em qualquer lugar que você vai conseguir fazer uma boa abordagem, tenha em mente que mulheres são orientadas a locais e que elas não estão pensando em homens o tempo todo.
Portanto, observe com cuidado o tipo de lugar que você está, por exemplo você não vai querer abordar uma garota enquanto ela está saindo da academia (mulheres simplesmente detestam se sentirem suadas e sujas ) normalmente não vão te dar a devida atenção.
Evite falar com a garota quando todas amigas delas puderem ouvir você, tente atrair a garota para longe delas.
Em alguns casos você pode ser extremamente invasivo, em um bar por exemplo, se você achar adequado pode chegar na mesa da garota e chamar ela para conversar (não não é conversar no escuro… a garota precisa se sentir segura).
Evite garotas acompanhadas por caras…. elas estão acompanhadas por caras !

  • Se vista bem.

Existe um ditado que fala “Se você se veste bem, você se sente bem” e devo admitir que isso é verdade, note que se vestir bem não é usar roupas caras ou de marca e sim usar roupas que caiam bem em você.
Não tem nada errado em ser gordinho ou magrelo no entanto sua roupa não pode reforçar esse aspecto.
Um cara baixinho ou um cara alto não são caras defeituosos, mas convenhamos que um cara alto usando uma calça que deixa suas canelas a mostra é no minimo desinteressante.

  • Sorria.


Tenha um belo sorriso no rosto ao abordar uma garota, quando falamos em paquerar, flertar ou seja lá como você chame isso, necessariamente estamos falando de uma coisa divertida e você não pode de maneira alguma parecer triste.
Por essa razão é mais facil encontrar garotas disponiveis em uma festa do que em um funeral.
Chegue com um belo sorriso no rosto, isso vai fazer diferença.

  • Nunca desamine.

Sem sombra de duvidas muitas mulheres vão te dispensar, mas isso não significa que muitas tambem não vão dizer sim, portanto tente com muitas mulheres, isso vai te dar pratica e tambem te mostrar que levar um fora não mata ninguém.
Quando uma garota te dispensar, saia de cabeça erguida, olhe para traz somente uma vez e sorria de forma divertida.

E tente encontrar outra garota.

Bem, é isso pessoal, trago mais em um proximo post, mas essas dicas podem ajudar bastante, qualquer duvida deixe seu comentário que eu respondo !

Acalmando uma mulher em 7 passos

49 Comentários

Saudações pessoal, hoje trataremos de um assunto que creio ser de interesse da maioria dos homens.
Você homem, não é extremamente chato quando a sua companheira ou amiga fica irritada com algo e você não consegue mudar isso?
Acredite isso chateia a maioria dos homens e depois de estudar alguns aspectos da organização psicologia das mulheres e ler alguns livros a respeito de comportamento feminino trago esse material.
Pretendo mostrar em passos simples como resolver rapidamente (tanto quanto possível) impasses com o sexo feminino, boa leitura e espero que seja útil.
Mais

O pai perdoa !

6 Comentários

Texto muito interessante que encontrei no livro “Como fazer amigos e influenciar pessoas ” de Dale Carnegie e me senti na obrigação de compartilhar com voces meus queridos leitores, boa leitura.

por: W. Livingston

Escute, filho: enquanto falo isso, você está deitado, dormindo, uma mãozinha enfiada debaixo do seu rosto, os cachinhos louros molhados de suor grudados na fronte.
Entrei sozinho e sorrateiramente no seu quarto.
Há poucos minutos atrás, enquanto eu estava sentado lendo meu jornal na biblioteca, fui assaltado por uma onda sufocante de remorso.
E, sentindo-me culpado, vim para ficar ao lado de sua cama.
Andei pensando em algumas coisas, filho: tenho sido intransigente com você.
Na hora em que se trocava para ir à escola, ralhei com você por não enxugar direito o rosto com a toalha.
Chamei-lhe a atenção por não ter limpado os sapatos.
Gritei furioso com você por ter atirado alguns de seus pertences no chão.
Durante o café da manhã, também impliquei com algumas coisas.
Você derramou o café fora da xícara.
Não mastigou a comida. Pôs o cotovelo sobre a mesa. Passou manteiga demais no pão.
E quando começou a brincar e eu estava saindo para pegar o trem, você se virou, abanou a mão e disse: “Chau,papai!” e, franzindo o cenho, em resposta lhe disse: “Endireite esses ombros!”
De tardinha, tudo recomeçou. Voltei e quando cheguei perto de casa vi-o ajoelhado, jogando bolinha de gude.
Suas meias estavam rasgadas. Humilhei-o diante de seus amiguinhos fazendo-o entrar na minha frente.
As meias são caras – se você as comprasse tomaria mais cuidado com elas! Imagine isso, filho, dito por um pai!
Mais tarde, quando eu lia na biblioteca, lembra-se de como me procurou, timidamente, uma espécie de mágoa impressa nos seus olhos?
Quando afastei meu olhar do jornal, irritado com a interrupção, você parou à porta: “0 que é que você quer?”, perguntei implacável.
Você não disse nada, mas saiu correndo num ímpeto na minha direção, passou seus braços em torno do meu pescoço e me beijou; seus braços foram se apertando com uma afeição pura que Deus fazia crescer em seu coração e que nenhuma indiferença conseguiria extirpar.
A seguir retirou-se, subindo correndo os degraus da escada.
Bom, meu filho, não passou muito tempo e meus dedos se afrouxaram, o jornal escorregou por entre eles, e um medo terrível e nauseante tomou conta de mim.
Que estava o hábito fazendo de mim? 0 hábito de ficar achando erros, de fazer reprimendas – era dessa maneira que eu o vinha recompensando por ser uma criança.
Não que não o amasse; o fato é que eu esperava demais da juventude. Eu o avaliava pelos padrões da minha própria vida.
E havia tanto de bom, de belo e de verdadeiro no seu caráter. Seu coraçãozinho era tão grande quanto o sol que subia por detrás das colinas.
E isto eu percebi pelo seu gesto espontâneo de correr e de dar-me um beijo de boa noite.
Nada mais me importa nesta noite, filho.
Entrei na penumbra do seu quarto e ajoelhei-me ao lado de sua cama, envergonhado!
É uma expiação inútil; sei que, se você estivesse acordado, não compreenderia essas coisas. Mas amanhã eu serei um papai de verdade!
Serei seu amigo, sofrerei quando você sofrer, rirei quando você rir. Morderei minha língua quando palavras impacientes quiserem sair pela minha boca.
Eu irei dizer e repetir, como se fosse um ritual: “Ele é apenas um menino – um menininho!”
Receio que o tenha visto até aqui como um homem feito.
Mas, olhando-o agora, filho, encolhido e amedrontado no seu ninho, certifico-me de que é um bebê. Ainda ontem esteve nos braços de sua mãe, a cabeça deitada no ombro dela.
Exigi muito de você, exigi muito.

Em lugar de condenar os outros, procuremos compreendê-los.
Procuremos descobrir por que fazem o que fazem, essa atitude é muito mais benéfica e intrigante do que criticar; e gera simpatia, tolerância e bondade. “Conhecer tudo é perdoar tudo”.
Como disse o dr. Johnson: “0 próprio Deus, senhor, não se propõe julgar o homem até o final de seus dias”.
Por que o faríamos, você e eu?

Terminando relacionamentos com segurança.

15 Comentários

Terminar um relacionamento muitas vezes é complicado, assustador e traz aquela sensação: “Se eu terminar com ele(a) e ficar sozinha(o)?”.
Não tenha medo, aprenda de forma simples identificar e terminar um relacionamento que não é mais produtivo para você.

Esse é nosso assunto para esse post “Terminando relacionamentos com segurança”.
Muitas pessoas se encontram em relacionamentos desconfortáveis, improdutivos, sufocantes, confusos e muitas coisas mais que ainda poderiam ser citadas como características de relacionamentos desse tipo.
Principalmente pelo motivo do famigerado “e se?”. De forma errônea as pessoas se pegam avaliando possibilidades e mais possibilidades ruins para seu futuro se terminarem um relacionamento.

É muito comum sentimentos e perguntas do tipo:
Se eu terminar com ele(a) e ficar só?
E se eu nunca mais encontrar alguém como ele(a)?
Amor de verdade é só um, não é?
Mas já estamos juntos a tanto tempo porque desistir agora?
Já estou tão acostumada(o) com ele(a), até achar alguém novamente vai demorar.

Sentimentos  e perguntas como essas tem retido inúmeras pessoas em relacionamentos pelo mundo todo. Acredito que esse assunto não é abordado da maneira que merece portanto daremos alguma atenção para assuntos desse tipo nos próximos posts do Pessoas Primeiro .

Primeiramente vamos refletir um pouco sobre as situações que tornam um relacionamento improdutivo, sufocante, desconfortável etc.
Com o passar do tempo em alguns ou podemos dizer muitos relacionamentos os envolvidos caem na rotina, banalidade, comodismo e até na indiferença e muitas dessas características são advindas da certeza de que a outra pessoa sempre estará lá.
Então qual o motivo que aquele homem teria para levar uma flor ou qualquer mimo que seja para aquela mulher se mesmo que ele não leve ela ainda estará lá?
Entenda que um relacionamento não é baseado em surpresas e ou agrados frequentes, no entanto as pessoas devem atentar-se para o fato de que foi com surpresas e agrados que o relacionamento começou e que isso deve ou pelo menos deveria existir dentro dele mesmo que com menor frequência.

O sentimento de posse também é um grande vilão no quesito relacionamentos sufocantes.
As pessoas(principalmente os homens) adquirem um senso de posse depois de um certo tempo de relacionamento, coisa por volta dos dois anos e meio, três anos.
Isso faz com que frases do tipo: “Você não vai fazer isso porque eu não quero que você faça” ou “Você não vai cortar o cabelo porque eu acho seu cabelo melhor assim” apareçam e espantem-se apareçam com frequência. Tornando o relacionamento mais parecido com uma relação de patrão e empregada(o) do que um relacionamento amoroso.

Vemos ainda relacionamentos improdutivos.
Relacionamentos que notadamente não evoluem e não se tornam algo mais consistente (casamento).
conheço pessoas que namoraram durante dez anos e terminaram deixando somente aquele enorme tempo perdido um com o outro.
Coisas desse tipo podem acontecer por vários fatores:
Incerteza (será que amo mesmo ela(e)?).
Outros planos(ainda tenho tanto para aproveitar !).
Medo(não estou pronto para me amarrar agora!).
Esses são somente alguns dos questionamentos que pessoas que se encontram em relacionamentos improdutivos convivem com eles.

Agora iremos ao que interessa, como terminar esses relacionamentos segura(o) de ter tomado a decisão correta.
Saiba avaliar seu estado atual.

Quando muitas pessoas começam a falar sobre seu relacionamento e essas conversas não são positivas é um forte indicio de que existe algo anormal nele.
Se por algum motivo você não se encontra feliz com o relacionamento ou se esse relacionamento tem te decepcionado em muitos aspectos é hora de tomar a decisão.
Se imagine exatamente como gostaria de ser, como gostaria que as coisas fossem e pense sobre o que é necessário para atingir esse nível de satisfação. Se seu relacionamento não te permitir isso, não tenho duvidas é hora de terminar.

Ouça o conselho dos seus pais/parentes.
Sim seus pais estão certos sobre a maioria das coisas, confie no conselho deles. Se seus pais dizem que esse relacionamento não está te fazendo bem é porque provavelmente não está, afinal nossos pais só querem nosso bem, certo? (meus pais querem o melhor para mim sempre ! ).
Amigos também são importantes mas tenha certeza de ter os amigos corretos te aconselhando e procure mais opiniões .

Seu único dono é você.
Não se engane, amar não é se ver como outra pessoa, amar não é ser todos os desejos de outra pessoa. Isso é narcisismo, quem é apaixonado por si mesmo é narcisista portanto se uma pessoa ama alguém por ser exatamente como ele acha que deve ser essa pessoa é apaixonada por si mesmo e por sua prospecção de perfeição ou imagem.

Se você não se acha bonita(o), atraente da maneira que está, provavelmente não se sente tão bem quanto poderia se sentir.
Se seu namorado(a) é contra mudanças em você que você considera positivas, então existe claramente um conflito de ideias que podem tornar o relacionamento bastante insatisfatório para um dos lados.
Incrivelmente as pessoas de modo geral são insensíveis a insatisfação alheia com algo que para elas está bom. Como exemplo tomamos um homem que exige que sua companheira tenha cabelos longos por achar bonito e uma mulher que gostaria de saber como seria se cortasse o cabelo.
Temos uma clara situação onde a mulher estará insatisfeita e o homem provavelmente nunca irá perceber isso sem um assunto especifico.
Então se você tem vontade de fazer algo e não pode devido seu parceiro(a) não permitir é hora de retomar as rédeas da sua vida.

Não tenha medo, você não ficará sozinho.
É bem verdade que existem amores únicos, mas também é verdade que ninguém é insubstituível.
Você ficará estarrecido com a quantidade de pessoas legais e que tem aquele perfil que você se identifica.
Sair para lugares diferentes é uma das maiores armas de quem está a procura de alguém em especial.
Se quer saber algo sobre alguém simplesmente pergunte, não tenha medo de entender as pessoas pois isso irá se tornar seu maior aliado no futuro.
Comunique exatamente como você se sente sobre as coisas que acontecem no seu relacionamento e se eu parceiro(a) não quiser entender…. termine.
Termine com a segurança de que você merece alguém que te entende, escuta, considera.
Termine com a certeza de que existem bilhões de pessoas no mundo e que muitas delas são capazes de te proporcionar algo inclusive melhor que a pessoa atual.
Termine com a consciência de que esse relacionamento não era mais o melhor para você.
Termine ciente de que você também pode ser uma pessoa melhor e mais feliz longe desse relacionamento que não te faz mais feliz.

Em fim, sei que muitas pessoas se encontram nessa situação e por isso digo TERMINE (quando achar necessário).

Obrigado pela atenção e deixe seu comentário, assim que possível respondo !

%d blogueiros gostam disto: